• +55 (62) 98294-2223
  • alchemistry@bol.com.br

Educação ambiental com agricultores familiares – parte 9

pesquisas Laboratorio Oliveira

Uma das necessidades mais urgentes, nesse contexto, é a segurança das pessoas na aplicação dos venenos. Como a maioria dos agricultores enfrenta dificuldades financeiras, predomina o uso da bomba costal, que é um instrumento relativamente barato. Apesar dos outros equipamentos também favorecerem a exposição das pessoas aos produtos químicos, a bomba costal acentua o contato com os venenos.

Nos períodos em que acompanhamos as atividades dos agricultores, percebemos que as roupas deles estavam encharcadas de agrotóxicos, que ficam em contato direto com a pele. Essa situação é agravada pelo não uso de equipamento de proteção individual. Quando perguntamos sobre isso, mais da metade dos agricultores referiu usá-lo com frequência. Porém, não visualizamos essa prática em qualquer momento das visitas a campo.

Pela observação do trabalho dos agricultores, concluímos que a utilização desses equipamentos é pouco viável. Isso porque os materiais plásticos das proteções aumentam a sensação de calor na lavoura, tornando seu uso praticamente insuportável. As reclamações de dificuldades para enxergar com os óculos de proteção  e para transpirar com as roupas contra a passagem de venenos são constantes.

Para fazer frente a essa situação, o Laboratório tem desenvolvido ações para promover mais segurança aos trabalhadores na aplicação dos venenos. Estamos desenvolvendo uma roupa de proteção que será testada em breve e logo daremos mais detalhes sobre esse assunto.

Voltar