• +55 (62) 98294-2223
  • alchemistry@bol.com.br

Educação ambiental com agricultores familiares – parte 4

Além das extensivas jornadas de trabalho, os agricultores e seus filhos estão submetidos a uma intensa exposição aos agrotóxicos. Deparamo-nos com situações de impacto em várias ocasiões, como o uso indiscriminado de vários tipos de produtos na composição de misturas caudalosas. Em várias, constatamos o uso de mais de 12 tipos de venenos potencialmente perigosos à saúde.

A maioria dos agricultores manuseia os produtos sem luvas, máscaras ou óculos de proteção. Eles preparam as misturas nos locais de aplicação e descartam os recipientes e resíduos na própria lavoura. Esses fatos corroboram para a contaminação deles e do meio ambiente.

Como a prática predominante é a de rotação de culturas, a frequência de exposição aos venenos é alta. Dentre os agricultores, 90% aplicam os produtos químicos pelos menos quatro vezes por semana para combater as pragas. Essas aplicações são feitas sem o uso de equipamentos de proteção individual. Muitos jovens, filhos dos agricultores, estão envolvidos nessas atividades de combate às pragas.

Acompanhamos várias aplicações de agrotóxicos. Por mais que os agricultores tentem evitar a força do vento, ao final das pulverizações suas roupas ficam encharcadas de venenos.

Voltar